Emily Blunt Brasil | 13.09.2016 | Entrevistas,O Diabo Veste Prada

Em entrevista à rádio da revista “Entertainment Weekly”, a atriz admitiu, no entanto, que foi complicado maltratar Anne Hathaway durante as filmagens. “Com aqueles olhos adoráveis que ela tem? Foi muito difícil torturá-la”, confessou ela, rindo.
No bate-papo, Emily Blunt relembrou o trabalho de construção de personagem feito por Meryl Streep nos bastidores de “O Diabo Veste Prada”. Pela interpretação, ela foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz naquele ano.
“Lembro da primeira mesa de leitura e ela mergulhou na personagem. Ela nem mesmo levantava sua voz, foi tão assustador e tão fascinante… Na verdade, acho que esse é um dos papéis dela que mais gosto”, elogiou.

No filme “O Diabo Veste Prada” (2006), Andrea Sachs, personagem de Anne Hathaway, comeu o pão que o diabo – ou Miranda Priestly (Meryl Streep) – amassou ao assumir o posto de nova assistente da revista “Runaway”. E entre seus sofrimentos estava aguentar a secretária da editora de moda, interpretada por Emily Blunt.
Em entrevista à rádio da revista “Entertainment Weekly”, a atriz admitiu, no entanto, que foi complicado maltratar Anne Hathaway durante as filmagens. “Com aqueles olhos adoráveis que ela tem? Foi muito difícil torturá-la”, confessou ela, rindo.
No bate-papo, Emily Blunt relembrou o trabalho de construção de personagem feito por Meryl Streep nos bastidores de “O Diabo Veste Prada”. Pela interpretação, ela foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz naquele ano.
“Lembro da primeira mesa de leitura e ela mergulhou na personagem. Ela nem mesmo levantava sua voz, foi tão assustador e tão fascinante… Na verdade, acho que esse é um dos papéis dela que mais gosto”, elogiou.

Layout por Meesvely · Hospedado por Flaunt Network · Alguns direitos reservados Emily Blunt Brasil ·